/* publisuites */ Concurso de una plaza para licenciado en Azores

07 marzo 2012

Concurso de una plaza para licenciado en Azores

I.Objecto do concurso

1. O presente concurso destina-se à apresentação de candidaturas para a atribuição de 1 bolsa de investigação (BI) no âmbito da Medida 3.1.5/FRCT  "Bolsas individuais de investigação científica e tecnológica para licenciados", Eixo 3.1 ? ?Bolsas de investigação científica e tecnológica, Programa 3 Formação Avançada (FORMAC), do PICT.
2. A bolsa a atribuir destina-se a integrar um mestre no projecto de I&DI subordinado ao tema SEAPROLIF : Diversity and functioning of coastal marine biomes under siege: implications of seaweed proliferations across three oceans.

II.Legislação aplicável

Lei nº40/2004, de 18 de Agosto, que aprova o Estatuto de Bolseiro de Investigação; Despacho Normativo nº77/2011, de 20 de outubro, que aprova o Regulamento Geral de Bolsas de Investigação Científica e de Apoio à Gestão do Fundo Regional da Ciência e Tecnologia (FRCT); Plano Integrado para a Ciência, Tecnologia e Inovação (PICTI) aprovado pela Resolução nº 41/2008, de 3 de Abril; Decreto Regulamentar n.º 84-A/2007 de 10 de Dezembro que estabelece o regime geral de aplicação do Fundo Social Europeu (FSE); Despacho Normativo n.º 8/2008 de 12 de Fevereiro que determina a natureza e os limites máximos dos custos considerados elegíveis para efeitos de co-financiamento pelo FSE  na Região Autónoma dos Açores; Os Despachos nº 747 a 750 de 9 de Julho de 2009 que constituem os regulamentos específicos de acesso aos apoios do programa operacional Pro-Emprego.


III.Período do Concurso
O período para apresentação de candidaturas decorre entre 2 e 23 de março de 2012, não sendo aceites para avaliação as candidaturas submetidas para além das 17h30 horas (hora dos Açores) do dia 23 de março.

IV.Destinatários e perfil dos candidatos

1. Podem candidatar-se os interessados com Mestrado em Biologia Marinha /Ecologia Marinha /Ciências do Mar ou afins.
Preferem-se candidatos com experiência comprovada com formação e/ou experiência comprovada em: monitorização de comunidades sésseis; mergulho com escafandro autónomo (preferência nível 3 NP EN 14153-3 ou superior), com experiência comprovada em mergulho científico; utilização do software de análise estatística PRIME. Trabalho laboratorial e técnicas de biologia molecular aplicadas ao estudo de diversidade de microrganismos familiaridade com diversidade, fisiologia e ecologia de corais foto-simbióticos;
2. Outros aspetos a considerar na seleção do candidato: motivação e capacidade de trabalho independente e de organização; boa dinâmica de trabalho em grupo; autonomia em preparação e liderança de trabalhos de mar; interesse e iniciativa na análise e discussão de metodologias e resultados;

V.Projecto

1. O candidato selecionado dará apoio aos trabalhos de monitorização de interação entre Asparagopsis spp. e invertebrados, bem como ao trabalho em laboratório para estudo da diversidade de Symbiodinium spp. associado a corais.

Serão desenvolvidas as seguintes atividades: participação no planeamento e desenho experimental para monitorização da interação de Asparagopsis spp.  com invertebrados; conduzir de forma independente o trabalho de campo de monitorização da interação entre Asparagopsis sp. e outros organismos sésseis (invertebrados em especial); apoio e execução de tarefas no laboratório para estudo da diversidade de dinoflagelado endossimbióticos associados a corais. No final do período de bolsa o candidato deverá apresentar um relatório com os resultados, nomeadamente relativos à progressão e interação de Asparagopsis spp.  com invertebrados sésseis, e à variação geográfica na diversidade de dinoflagelado associados com diferentes espécies de coral.

2. Os trabalhos serão desenvolvidos no Centro do IMAR - Instituto do Mar da Universidade dos Açores, (IMAR-DOP, sediado no Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores, na Horta, Faial, Açores), sob a orientação científica do Doutor Ricardo Serrão Santos(ricardo@uac.pt) .
VI.Candidatura e Requisitos
1. A apresentação de candidaturas deverá ser efetuada através da submissão eletrónica do formulário disponível no sitio da Internet com o endereço http://www.azores.gov.pt/gra/sctr.
2. Para acederem ao formulário, os interessados terão de proceder ao seu pré-registo no Sistema Científico e Tecnológico Regional, através do referido sítio da Internet, até 48h antes da data limite para submissão de candidaturas.
3. Os processos de candidatura devem contemplar o disposto no nº 6 do artigo 15º do Regulamento Geral de Bolsas de Investigação Científica e de Apoio à Gestão do Fundo Regional da Ciência e Tecnologia.
4. Os processos de candidatura que não se encontrem completos à data do fecho do concurso serão excluídos.
VII. Avaliação

1. A avaliação das candidaturas será da responsabilidade de um júri nomeado pelo investigador responsável.
2. Os critérios de avaliação terão em conta:
a)Mérito do candidato
i. o curriculum vitae;
ii. a motivação

VII. Financiamento
1. O financiamento da bolsa incluirá as componentes referidas no art.23º do Regulamento Geral de Bolsas de Investigação Científica e de Apoio à Gestão do Fundo Regional da Ciência e Tecnologia.
2. Os montantes da bolsa a considerar no âmbito do presente concurso são os que constam da Tabela de Valores do FRCT, atualmente 1.160? mensais.
3. O contrato a estabelecer será pelo período de um ano, renovável até à conclusão do projeto.

IX - Informações adicionais
Qualquer informação adicional poderá ser solicitada ao Fundo Regional da Ciência e Tecnologia, Rua Conselheiro Dr. Luís Bettencourt nº 16, 9500-058 Ponta Delgada, através do telefone +351.296206500, Fax +351 296206591 ou do email frct@azores.gov.pt